15jun2019 - O Presidente Bolsonaro explicou a demissão do General Santos Cruz e respondeu sobre influência de Olavo de Carvalho e Carlos Bolsonaro, durante coletiva de imprensa realizada em café da manhã com jornalistas.
O presidente respondeu, entre outros assuntos, no que toca à demissão do General Santos Cruz. "O Santos Cruz, eu conheço desde 1980. Um grande companheiro, um amigo. Resolvi convidá-lo. Ele tinha um propósito, uma missão. Cumpriu sua missão", asseverou.
Bolsonaro disse: "Não adianta querer esconder. Alguns problemas acontecem. Até na vida familiar, imagine aqui. Ele continua no meu coração. Conversamos. Ele fez uma nota, uma nota bastante educada, gentil e verdadeira. Eu assino embaixo da nota dele. Aconteceu".
E complementou: "Continuamos convivendo, estamos 'numa boa', tranquilo. Continuo aberto para ele. Tem seu potencial. Uma pessoa excepcional. Um combatente, tem autoridade. Não houve nenhuma elevação de voz. Foi um momento constrangedor até para nós dois, dado o nosso passado, mas a vida segue". (Folha Política)

***

***