23dez2019 - Itamar Bernardes de Miranda foi um dos grandes responsáveis por termos a Banda de Música Municipal "Genuino Napoleão Magalhães", fundada na gestão do então prefeito Genuíno Napoleão Magalhães, morto em um acidente na BR-262, em 12 de junho de 1987, razão pela qual seu nome foi dado à corporação musical de Ipanema.

Itamar, com a Banda de Ipanema, ajudou a divulgar nosso município quando em apresentações fora do município. Nos encontros de bandas pelo Estado, mostrava a qualidade dos nossos jovens músicos, confrontando com grandes bandas e músicos experientes.

Itamar Miranda, o maestro Itamar, foi um grande homem, um profissional sem igual. Era respeitado pelos alunos, assim como pelos pais que acompanhavam a banda por onde ela se apresentasse. Assim era o sargento da banda, o professor querido de seus discípulos.

Entretanto, nesse domingo, nos deixou. Conosco deixa muitos ensinamentos, grandes e lindas lições de vida. Mas também eterna saudade. Para sempre será recordado com carinho, respeito e admiração por quantos o conheceram, com ele conviveram e ou foram seus alunos.

Excelente Mestre, sempre dedicado à música. Ensinou muita gente não só as notas musicais, mas, também, disciplina e comportamento; ensinou muito e a muitos... um grande maestro. Foi um marco na música em nossa cidade e mestre e amigo dos que tiveram a oportunidade de tê-lo como um grande professor da música ..

Uma nota em página social anunciava no domingo, à tarde, assim: "É com pesar que comunicamos o falecimento do Nr 039.919-6, Sr 2º Sgt PM Itamar Bernardes Miranda, Veterano da PM, conhecido pela grande contribuição na banda de música. O Velório acontecerá na Câmara Municipal de Ipanema, à Rua Antonieta Godoy, 59. O sepultamento tem previsão de ser amanhã, às 15:00h, em Ipanema".

Dos seus discípulos, muitos dos componentes da Banda do 11º BPM em Manhuaçu, saíram da banda da nossa cidade. O atual comandante da Banda do Batalhão, Ten. Adilson, foi aluno do Sgt Itamar. Outros que compõem a banda do Batalhão, alguns estão se aposentando, outros seguiram carreiras diversas da música mas as notas musicais e seus instrumentos não foram esquecidos.

Estivemos acompanhando o velório de Itamar e lá estavam todos os seus filhos, inclusive a filha Márcia Miranda, com ponente da Banda do Batalhão. E muitos dos seus antigos alunos lá estavam para prestigiar e dar adeus ao que foi para eles o caminho do sucesso, do ser cumpridor das suas obrigações e deveres para com a sociedade.

A esposa e o filho mais novo ficaram o tempo todo ao lado do caixão abraçados e recebendo as condolências dos que chegavam.

Um pastor fez a celebração ao lado da urna e, logo após, Marlene Gonçalves que teve todos os seus filhos sendo integrantes da banda de música da cidade, convocou a todos os integrantes e os que já haviam passado pelas mãos do mestre da estudantina musical, para uma oração. E eram muitos os que se apresentaram naquele momento.

A seguir, fechado o caixão, o mesmo foi colocado no suporte ao lado de fora da Câmara Municipal onde foi homenageado pela Banda do 11º Batalhão que, junto com a Banda Genuino Napoleão Magalhães, executaram duas músicas sendo a segunda a conhecida canção "Amigos para sempre", quando muita gente deixou escapar lágrimas de emoção pelo momento. Logo depois o corpo foi colocado no carro que levou o mesmo até o cemitério da cidade para o sepultamento.

Itamar Bernardes Miranda partiu mas deixou um legado importante para a comunidade ipanemense com sua maneira simples de educar, ensinar e ao mesmo tempo ser amigo de todos aqueles que um dia tiveram o prazer de serem seus alunos ou mesmo amigos.

Vá em paz, Sargento Itamar Miranda, quem sabe outra banda está à sua espera? (Claudio Vianei - Jornal DeBolso)

***

***